Press "Enter" to skip to content

O que está por baixo de Teahupo’o

2
Gabriel Medina, Billabong Pro Tahiti – foto Hayden-Smith / WSL

Entenda por que Teahupo’o é uma das ondas mais assustadoras e perfeitas do mundo!

Teahupo’o ou “Cho-Po” como se pronuncia popularmente é uma das ondas mais famosas do mundo por seus tubos cavernosos e uma bancada rasa de coral afiada. A tradução do seu nome do taitiano significa praia dos crânios quebrados. Mas o que faz dessa onda uma das favoritas dos surfistas profissionais e sonho de consumo dos amadores?

A primeira coisa que podemos observar é a localização privilegiada dessa pequena grande ilha. A vila de Teahupo’o está localizada na parte Sudoeste da ilha do Taiti, Polinésia Francesa, no Oceano Pacífico Sul. Devido a sua localização geográfica privilegiada, essa ilha recebe ondas gigantes que foram formadas entre o Circulo Polar Antártico e o Sul da Austrália e Nova Zelândia.

Durante o período de inverno no Hemisfério Sul, os ventos entre as latitudes 40º e 60ºs podem superar os 100 km/h e muitas vezes atingir velocidades de furacão, formando ondas gigantes que vão se espalhar por todo o Oceano Pacífico. A medida que essas ondas se espalham e se afastam do seu local de geração elas vão se agrupando, seu período aumenta e sua energia é conservada. Essas ondas viajam por milhares de quilômetros até dissipar toda sua energia bruscamente na bancada de coral mais famosa do mundo ou na cabeça de alguns surfista.

Outro fator fundamental para criar seus tubos tão perfeitos e famosos é a formação geológica dessa ilha. A ilha tem a formação de origem vulcânica, sedimentada por corais em todo seu entorno. Isso produz uma rápida transição de águas profundas para águas rasas, não permitindo que a onda perca energia antes de encontrar a bancada de coral sobre a qual a onda quebra.

Essa variação abrupta de profundidade transforma toda aquela energia, gerada por ventos extremos a milhares de quilômetros de distância, em tubos perfeitos na Praia dos Crânios Quebrados.

Local onde os melhores surfistas do mundo competem Billabong Pro Tahiti, a sétima etapa do circuito mundial, que ocorre geralmente em Agosto. Gabriel Medina foi o vencedor da etapa em 2014.

Condições ideais de Surf:
Tamanho de onda: entre 1 e 3.5 metros
Período: Mais de 10 segundos
Direção: Sul e Sudoeste
Velocidade do vento: menor do que 18 km/h
Direção do Vento: Leste e nordeste

Condições épicas de Surf:
Tamanho de onda: Acima de 2 metros até o limite da loucura humana
Período:  Mais que 15 segundos
Direção: Sul e Sudoeste
Velocidade do vento: entre 6 e 18 km/h
Direção do Vento: Leste e nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *